Cade investiga Petrobras por possíveis abusos no mercado de combustíveis

18 janeiro 2022


O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) abriu inquérito administrativo contra a Petrobras para investigar possíveis abusos no mercado de combustíveis.

Para o processo, foram usados documentos que mencionam a política de preços da gasolina e do diesel e também de gás natural.

O conselho apura possíveis infrações praticadas pela Petrobras por “abuso de posição dominante”. A investigação foi aberta na quarta-feira (12).

A Petrobras reajustou os preços dos combustíveis nas refinarias na semana passada em até 8%. O diesel passou de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro, enquanto a gasolina subiu de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro.

“Após 77 dias sem aumentos, a partir de amanhã a Petrobras fará ajustes nos seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras”, disse a companhia em nota.

“Cabe à autarquia acompanhar o funcionamento dos mercados para prevenir e identificar eventuais práticas anticompetitivas”, disse o Cade.

Procurada, a Petrobras não havia se manifestado sobre a investigação do Cade até a publicação deste texto.

O tema é sensível, pois os combustíveis foram um dos grandes vilões da inflação em 2021, que fechou o ano em 10,06%, pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo, a inflação oficial).

Para ler esta notícia na íntegra, clique aqui.

Autor/Veículo: Folha de S.Paulo

Sindipostos-ES

Av. Nossa Senhora dos Navegantes, nº 955, Ed. Global Tower, 21º andar, Enseada do Suá, Vitória-ES CEP: 29050-335

Telefone: (27) 3322-0104 | (27) 99768-3724

@sindipostoses