Carro no buraco: o que observar na hora da manutenção

22 janeiro 2020


O seu carro caiu no buraco? Não se desespere! Veja o que é preciso observar na hora da manutenção e saiba mais sobre o seu direito de pedir indenização de todos os danos. 

Cuidados na manutenção 

Nem todas as vias públicas apresentam boas condições de conservação. Muitas possuem uma série de obstáculos, como buracos, e causam danos ao veículo e até risco de segurança aos seus ocupantes.

Por isso, ao cair em um desses buracos, a manutenção minuciosa do seu automóvel precisa ser imediata, já que evita problemas futuros. 

No momento do conserto, é necessário observar primeiramente os componentes da suspensão e da direção. Tais sistemas são responsáveis por proporcionar conforto e dirigibilidade segura do veículo e também atuam na absorção do impacto de irregularidades na pista. 

Já, em outros casos, o vazamento de fluído dos amortecedores pode tornar a peça imprópria para o uso ou ainda uma folga entre o pistão e corpo do componente, fazer com que essa parte do veículo perca a capacidade de absorção. 

Além disso, é importante um olhar atento nas bandejas e nos braços de suspensão que podem sofrer deformação; os pivôs, pelo impacto, podem gerar folgas ou mesmo se quebrar e por fim, tem-se a possibilidade de comprometer o alinhamento e o balanceamento, bem como o empenamento das rodas e danos nas superfícies dos pneus. 

Como vimos, são muitos componentes do automóvel que podem depender de algum tipo de conserto, não é? 

Então, ao cair em algum buraco na pista, não deixe de conferir se a oficina é credenciada e confiável e também se os mecânicos checaram todos os possíveis problemas gerados no seu carro. 

Direito de indenização 

Os gastos com a manutenção são por vezes, muitos e bem caros. Mas, você sabia que pode receber indenização dos danos?

E você pode ser indenizado tanto por um órgão público, uma concessionária ou mesmo alguma empresa privada encarregada pela manutenção da via, dependendo de local que se deparou com a irregularidade. 

Esse direito é respaldado pelo Código de Defesa do Consumidor, em que diz no artigo 22 que é obrigação do órgão responsável “fornecer serviços adequados, eficientes e seguros”. E também no artigo 12 que estabelece que o prestador deve responder pela “reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços”.

O motorista tem direito de solicitar o ressarcimento dos prejuízos, desde que seja possível identificar o responsável pela manutenção da via.

É mais comum acontecer em vias públicas, em que a responsabilidade é sobretudo da Prefeitura, mas empresas privadas podem sofrer intimações, caso o incidente ocorra em trechos de sua propriedade. 

O que fazer após ter o carro danificado? 

Algumas ações precisam ser feitas para você conseguir indenização do órgão responsável. 

Confira! 

Leia também: Como funciona a tributação da gasolina

Newsletter